SOU UM GAG! Veja depoimentos de nossos membros.

Em fevereiro de 2.000 tomei uma iniciativa da qual tenho o maior orgulho - comecei um trabalho voluntário junto às crianças internas na Pediatria da Santa Casa de Misericordia de São Carlos, aos domingos das 14h as 17h.

No principio eramos duas pessoas indo todos os domingos, utilizando balões coloridos para realizar a interação com as crianças, fazíamos adaptações em roupas e chapéus para colorir mais aquele ambiente.

Hoje 10 anos depois, o trabalho continua, sempre com voluntários (puro sangue, como eu costumo dizer). Já passaram pelo Grupo centenas de pessoas, algumas foram para outras cidades e estados que buscavam uma oportunidade de iniciar um trabalho parecido com o do Amor em Gotas nas suas cidades.

O grupo cresceu e é reconhecido, somos convidados com frequencia para participar de eventos na comunidade, onde o foco é a criança em situação de risco e a sua familia. Além disso, realizamos palestras em empresas, escolas e universidades, vamos à programas de rádio e TV, no shopping, sempre divulgando o trabalho do Grupo Amor em Gotas, e incentivando as pessoas a buscar um trabalho voluntario, porque acreditamos que ser voluntario é receber muito mais do que aquilo que voce pode doar.

Minha gratidão eterna, à todos que já passaram pelo Grupo e aos que estão atuando nele hoje, porque deles depende o sorriso das crianças nos domingos à tarde.

Sueli Arlete

O que será que três horas num domingo podem mudar na vida de uma criança? De uma mãe ou um pai? De uma pessoa que vive na rotina corrida do dia-a-dia?
O despertar da alegria nas crianças (por vezes escondida em meio a remédios e tanto branco), o sorriso espontâneo e inocente, o conforto e agradecimento dos pais, e a sensação de gratificação absurda que nos toma conta, fez-me crer que com o GAG, meus domingos podem sim ser muito enriquecedores e contribuintes para uma vida alheia (e principalmente pessoal) melhor!!
Ser um palhaço ou uma princesa pode não ser fácil, mas se torna imensamente prazeroso e natural quando notamos o brilho e o sorriso da criança em pleno hospital!!
PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM!!!!!

Thalita Salgado Fagundes

Quando me convidaram para ser voluntária no GAG, confesso que demorei... demorei... para dar o primeiro passo!

Mas depois de estar no grupo, vou fazer uma outra confissão:

O GAG mudou minha maneira de ver a vida e de olhar para o próximo.

O trabalho é fantástico...

Rose

Eu acredito que o voluntariado é uma espécie de arte da transformação de vidas, tanto de quem doa seu tempo, e com isso doa muito mais do que imagina, quanto de quem recebe este tempo, recheado de boas intenções e alegrias. Às vezes um sorriso ou uma palavra mudam o dia de alguém. A minha visão de voluntariado vai ao encontro da proposta do Amor em Gotas, que tenho a honra de participar, e que não só incentiva o voluntariado como uma experiência educativa de formação e fortalecimento das capacidades pessoais e coletivas, mas também motiva seus participantes a serem "fazedores", como dizia Darcy Ribeiro "...sou um homem de fazimentos...", acredito que nesse sentido, o GAG é um grupo de fazimentos.

Samir Fagury

Sou voluntária no GAG há mais ou menos 4 anos. Para mim é um trabalho muito gratificante poder dar aos outros um pouco do meu talento, boa vontade, alegria para pessoas que se encontram numa situação de dor, sofrimento e tristeza dentro de um hospital. Me sinto realizada e fortalecida após cada visita.

Carla

Ser voluntário é ser capaz de escutar o que o outro tem a dizer; é antecipar o gesto que o outro nem sequer tinha a intenção de nos pedir; é doar a própria energia e criatividade em troca de contato humano, convivência com pessoas e realidades diferentes, o que possibilita aprendizado de coisas novas, valorização de nossa existência, nova forma de encarar nossos problemas e ganho de uma energia tão gostosa... É algo tão simples, que exige tão pouco de nós se compararmos com as exigências do trabalho, do estudo e da vida, e que faz tanta diferença na vida do outro e na nossa.

E o GAG, ao trabalhar com arte, segue a intuição dos sonhos; proporciona aprofundamento dos sentimentos; emana cheiros, sons, cores, velocidades e ritmos; e assim, oferece caminhos e atalhos para as pessoas metamorfosearem sua escuridão interior, causada por qualquer situação negativa, como por exemplo a doença, em raios de luz. E a arte vem, então, revelar à alma tudo o que ela contém de mais essencial, de grande, de sublime, de respeitável e de verdadeiro, despertando a esperança e a fé. Esta luz existe dentro de todos nós e se faz necessária para vencer a doença ou qualquer outro problema, mas ela pode, às vezes, se apagar. Basta alguém chegar e acionar novamente o interruptor...

Welder Zamoner

O QUE É SER UMA GOTINHA?

É se doar de corpo e alma, um pouquinho realmente uma gotinha do seu tempo, do seu carinho, de suas alegrias...Enfim transmitir o máximo de energias positivas, para pessoas que não estão ali por opção, seja a criança, os pais ou acompanhantes...E sair de lá com a sensação que esta gotinha se transformou em um oceano...adorooooooo

Viviane Oliveira Munno

Ser voluntário não é apenas doar um pouco do nosso tempo, é se dedicar ao próximo - envolve o crescimento moral e espiritual.

Todos podem doar algo que achamos não ser grande coisa para nós, porém quando recebemos um sorriso de um rostinho que estava triste percebemos que muitas pessoas precisam apenas de uma palavra ou um carinho amigo.

Fazer parte do GAG foi a melhor decisão que já tomei na vida, estou apenas tentando realizar um bom plantio.

Dinha

Venho dizer a todos que estou numa nova etapa de minha vida, pois serei papai de um garoto. Seu nome será Luiz Miguel. Estou trabalhando, morando e residindo com minha amada esposa na cidade de São josé dos Campos-SP.

Hoje observando minha situação como pai, percebo o quanto vcs foram e ainda são importantes na minha e nas vidas de muitas outras pessoas.

Pois, minha expectativa em ter este menino é muito grande.

Ter uma criança, que aliás chegará só em julho, é uma coisa tão imensa, que não tenho descrição deste sentimento.

Quando era voluntario com o GAG, o mesmo me despertou um sentimento, que não tem palavras para descreve-lo. O trabalho de vcs despertam para os verdadeiros e leais valores, que estão esquecidos pela humanidade, O AMOR.

Saber, que neste mundo, ainda podemos acreditar em pessoas que espalham o verdadeiro sentido desta palavra, nos dá força para encarar e sacrificar outras coisas rumo a PAZ deste mundo.

Estou deixando este relato a todos vcs do GAG porque, a cada dia, que amadureço como pessoa e como ser humano, relembro das pessoas e das situações, no qual, me marcaram e me deixaram uma marquinha no coração para este feito.

Quando recebo e-mail de vcs meu coração palpita de saudades deste trabalho, que realizam todo domingo a tarde ,com aquelas crianças tão especiais. Continuem acreditando no bem do mundo, porque o Amor é maior que tudo!!

E hoje está chegando a minha vez de cuidar de um tesouro. Assim como todos vcs que foram Mães, pais , etc... tiveram e ainda tem esta experiencia de se doar. Por isso, alegrias e gratificações não podemos deixar de repartir e ou dividir com as pessoas.

Enfim , vou ficando por aqui, desejando a todos do GAG muita Luz, Paz, Prosperidade, Alegrias e principalmente o que vcs mais doam, o AMOR.

"Recebem esta mensagem no coração e sintam a felicidade que estou sentindo!!!"

Luiz - Jacaré